Dieta Paleo – O que é e quais os benefícios

post_dieta-paleo

Dieta Paleo – O que é e quais os benefícios

0 Comentários
|

Qual a origem da Dieta Paleo?

O nome Paleo vem de paleolítico, que é nada mais nada menos que um período pré histórico que ocorreu há mais ou menos cerca de 2.5 milhões de anos atrás. Durante esta era, os nossos ancestrais não tinham desenvolvido a agricultura nem a domesticação de animais. Isso significa que os nossos ancestrais só se alimentavam do que estava disponível diretamente na natureza. Podemos dar como exemplo a carne, ovos , vegetais, frutas, tubérculos como a mandioca, batata doce e o inhame. Isto são alimentos que alguém que segue um estilo de vida paleo se propõe a comer, ou seja, tudo o que venha diretamente da natureza.

Porque seguir um estilo de vida Paleo?

Um dos principais argumentos de quem sustenta que devemos seguir uma alimentação paleolítica nos dias de hoje seria que houve mudanças muito rápidas na nossa dieta. Desde que começamos com a agricultura intensiva e a domesticar e animais. Agora a nossa alimentação é à base de lasanha, bolachas recheadas, pipocas de micro ondas, grãos refinados, etc…

A nossa alimentação mudou muito, mas seguindo essa linha de pensamento o corpo não teria se adaptado tão rapidamente quanto ocorrem as mudanças no nosso prato. Essa falta de adaptação seria responsável pelo aparecimento de diversas doenças. Sendo algumas muito comuns nos dias de hoje como a diabetes, doenças cardiovasculares e vários tipos de cancro.

Existem realmente vantagens em seguir um estilo de vida Paleo?

A resposta é sim, existem vantagens em seguir um estilo de vida Paleo. A alimentação contemporânea é muito baseada nos refinados, processados e um alto consumos de carboidratos o que gera a acidificação do organismo. O ph natural do ser humano é à volta de 7.4, ou seja levemente alcalino.

Com o consumo desses produtos de uma forma exagerada, o ser humano atinge um ph de 4.5 a 5. São níveis que fogem bastante do ideal e que é o equivalente ao de uma pessoa com cancro.

Além disso a dieta contemporânea é repleta de alimentos industrializados e acaba por estimular a produção exagerada de insulina. A insulina alta provoca o armazenamento da glicose sanguínea na forma de triglicerídeos no tecido adiposo, ou seja, gordura. Se falar-mos de uma pessoa que consome grande quantidade de alimentos à base de farinha e ingere bebidas alcoólicas, a chance de desenvolver doenças no figado é muito maior.

O individuo com insulina alta, se não mudar seu comportamento, estará caminhando para o diabetes tipo 2, uma típica doença da velhice, que hoje aparece num grande numero de pessoas com 30 / 40 anos de idade. Isto é reflexo de um estilo de vida sedentário e com baixo valor nutricional.

post_dieta-paleo

Qual o motivo da Dieta Paleo ter tantas vantagens?

A Dieta Paleo utiliza melhor a gordura como fonte de energia, promovendo a saúde como um todo ao evitar o acúmulo de gordura nos órgãos (como o fígado e artérias por exemplo). Além disso o estilo de vida paleo evita picos de insulina no sangue, pois consumindo menos carboidratos refinados ocorre uma liberação mais gradual tanto da glicose quanto da insulina no nosso corpo.

Isso ajuda a reduzir a sensação de sonolência e fadiga ocasionada pelo excesso de açúcar e insulina no sangue.

Quem está a começar uma Dieta Paleo vai sentir ainda mais esses benefícios. Claro, evitar industrializados, comendo somente alimentos que venham diretamente da natureza é uma maravilha. Mas nem tudo é bom pois alguns cuidados devem ser tomados quando se decide iniciar um estilo de vida Paleo.

Segundo um estudo de 2016, realizado por cientistas da universidade de Melbourne, na Austrália, uma dieta Paleo, quando tratada como mais uma dieta qualquer, com “escapadas” e desvios, pode contribuir para o desenvolvimento de aumento de peso corporal, hipertensão, problemas ósseos, artrite e diabetes. O recado é claro: Evite modismos alimentares.

Como começar a seguir uma Dieta Paleo, explorando todos os benefícios que ela pode dar?

A primeira coisa a ser feita é procurar um profissional habilitado para te guiar e acompanhar nesta escolha, pois não é apenas mais uma dieta, é uma transformação no teu estilo de vida.

Existem várias vertentes denominadas “Dieta Paleo”, porém todas possuem adaptações e orientações que podem não se enquadrar no seu perfil corporal e de saúde. Lembre-se que leva tempo para ganhar peso extra, não há soluções saudáveis que resolvam o problema do dia para a noite.

Mas claro que vamos listar algumas dicas para quem quiser seguir uma Dieta Paleo

Evite produtos industrializados em geral – não havia glutamato monossódico nem conservantes na idade da pedra.
Evite produtos processados como os pré prontos e carnes processadas.

Lê com atenção os rótulos dos produtos e só consumas algo quando conheceres todos os ingredientes.
Por último e não menos importante, presta bastante atenção à tua ingestão de vegetais. É bastante importante consumir uma quantidade equilibrada e variada de vegetais, seja qual for a tua dieta. Mas quando falamos de um estilo de vida Paleo temos de prestar uma especial atenção pois leva muitas vezes a pessoa a comer muitas carnes e menos vegetais, e, com isso, ter uma ingestão de fibras reduzida.

 

Fonte: corpoinvejavel